Welcome* Bem-Vindo * Kirzeer * Benvenuto * Bienvenue * Willkommen * Välkomnande * Nрием * 歓迎 * Selam * 欢 * Witajcie *

7 de ago de 2008

Fora de moda

Existe coisa mais brega que sandália com meia? Camisa por dentro da calça? Com celular na cintura ainda? Bermuda na balada? Ainda com meia esticada até os joelhos? Do que a banda Calypso? Novela Mexicana?
(Des)Combinações asssutadoras com bota branca? Ou combinar tudo e usar na mesma cor sapato, brinco, roupa, maquiagem? Blusas de rendas pretas transparentes com o sutiã aparecendo daquela velhinha de 85 anos?
Sombra azul turquesa ao luz do dia?
Gente que ainda usa pochete?
Ou que escuta Wando e Sidney Magal?

Mas o que difere ser brega e ser fora de moda?
O amor é brega, mas sempre está na moda.
Fora de moda não é não seguir a tendência da estação.
Fora de moda é seguir a moda a risca simplesmente porque está na moda.
Cada um deve aderir peças que estão a venda agora, mas construir seu próprio estilo.
Ter estilo é como ter uma filosofia de vida.
Hoje em dia, há movimentos como o emo que ainda determinam um certo estilo a ser cumprido.
Seja lá o que eles acham que é estilo, afinal, todos andam iguais, com aquele cabelo grudado com cola Pritt na testa.
Se ver aqueles caras feios fosse o pior, tudo bem. Mas o pior é que eles têm a mesma atitude. Choram na mesma sincronia,
gostam exatamente das mesmas músicas e choram exatamente sempre na mesma parte.
As patricinhas não escapam nem os punks, os roqueiros, os hipies
ou qualquer gangue que siga algum estilo e ande tudo igual e pense igual, e viva igual.
Seguir um estilo imposto, já inventado, não é ser estiloso. Você, com medo de ser isolado,se esconde em algo que já existe e que já é aceito pela sociedade, mesmo que ainda torçam o nariz.
Criar e ser original dá muito trabalho. Começar uma busca pela aceitação, exige coragem, força de vontade e muito mais, o que não exite mais nos tempos modernos.
O salário minímo é muito mais do que minímo, por exemplo, e é aceito com todo o gosto, mesmo que seu bolso e seu estômago desgostem.
As pessoas simplesmente não tomam uma iniciativa nem para isso que é um direito, uma questão de subsistência. Imagina, então, para pequenas coisas, consideradas fúteis? Por exemplo, uma certinha usar um decote, um executivo chegar com uma gravata rosa ou algo mais simples e banal.
Não tem nada de extravagante e ofensivo nisto, certo?
Mas preferem o marrom ao verde-limão, logo, vão se prender num mundo e numa vida sem cores.
As pessoas não tem a atitude de dar um passo e assumir, primeiramente a elas mesmas como elas são. Vão continuar escondendo seus sonhos, suas manias, seus rostos até a própria estação, que pode muito bem ser a última. Elas não sabem qual cor ou qual forma vai ser a tendência, o que vai estar na moda mês ou ano que vem.

Dá para adiantar.
Está fora de moda não ser você mesmo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Hey linda .. adoro ler suas historias, continue sempre assim que vai ser sucesso ...

beeejos

Equipe TUZ disse...

bons textos..
bom blog
=)

.Tamara disse...

Ehhh...gostei mto de suas postagens,porem só irei comentar nessa,pois me chamou mais a atenção.

Entendo mto bem o que vc quis dizer com "está fora de moda naum ser vc msm"...tipow..eu andei procurando um estilo...fui gotica,metaleira e quase emo.Até que enfim me descobrir.Foi dificil ouvir a minha mãe me chamando de ridicula...mas superei mto bem^^

eh essa parada de ser vc mesmo naum se limita só na sua roupa...isso vai pra tua vida.
eh como eu sempre digo: destaque-se pelos seus atos e naum pela cor de seus sapatos!

bju continue escrevendo assim...está otimo!

Blog Widget by LinkWithin