Welcome* Bem-Vindo * Kirzeer * Benvenuto * Bienvenue * Willkommen * Välkomnande * Nрием * 歓迎 * Selam * 欢 * Witajcie *

18 de fev de 2009

Plenitude

Pela primeira vez na minha vida, eu me senti num lugar de semelhantes, que pensam, concordam comigo, que não se limitam, que não ignoram o mundo, que fazem alguma coisa, qualquer que seja, para mudar o mundo.

Esse lugar é a PUC e eu nunca pude imaginar.

Lá é lugar, como meu professor disse de "experimentar e refletir".
E para mim, isso é o que a vida.
E todos nós, temo um objetivo, uma meta vital, algo que queremos na nossa vida.
Quero viajar o mundo inteiro, conhecer culturas diferentes, comer tapioca, pular de pára-quedas, publicar meus livros. Mas não é a razão da minha exitência, são incentivos, consequências, detalhes, desejos.
A aspiração da vida da gente é alcançar a plenitude.
Eu, para conquistá-la preciso da melhor quantidade de conhecimento. Porque é assim que eu acho que vou conseguir. Outros acham que é amando, dançando, casando, atingindo o nirvana. Cada um tem o seu caminho.
Podemos chegar até o final, a linha de chegada como vencedores, como quase vencedores ou perdedores. Isso depende de como vamos lutar pelos nossos sonhos, quanto vamos rir, o quanto vamos ser nós mesmos.
O caminho não é longo nem difícil, mas por mais que queremos alcançar a nossa plenitude, quando a alcançarmos, não teremos razão para viver. É quando chega nossa hora de partir, antes que tudo perca a graça. Mas ainda não é a hora.
Enquanto a morte aguarda, vou estudando, lendo, escrevendo, rindo, chorando, vivendo, buscando a minha plenitude.

12 de fev de 2009

Se Hitler tivesse vendido um quadro - parte 2

Se Hitler tivesse vendido algum quadro em sua vida, antes de se inflitrar no partido nazista, como seria o mundo?
E se Hitler, ganhasse a guerra?


Como seria o mundo?


Já pensou que se seguisse outro caminho, você poderia ser uma pessoa completamente diferente, e ainda seria você?

Se entrasse em outra faculdade, conheceria outras pessoas, terias outras visões, experiências, aprendizagens, dores, conquistas...

Se nascesse em outra década, teria outros príncipios, ideologias, sonhos, amores e viveria uma outra realidade?

Será que atitudes diferentes controem uma pessoa diferente, e uma pessoa diferente constroe um mundo diferente?


Seria diferente hoje em dia mudar, inovar, reformar, revolucionar?
Só sabemos o que sabemos. (ooh)
Do resto, fica no SE.
A bomba explodiu, a morte pairou, o mundo se decompõe, são fatos.
Temos que seguir em frente com essa realidade e fazer jamais o possível, e sim o melhor.

Chega dessa história do tipo " poluímos por isso o mundo está assim", que tal um pouco de ação e parar de ficar remoendo o passado? Ser diferente e sermos nós mesmos.

Hitler seria Hitler, e foi HITLER porque ele se deu a oportunidade. E a oportunidade está sempre por aí e nem damos atenção a ela.

Ok, nada de decidir virar nazista, terrorista, vocês entenderam. Chega da era dos líderes do mal! xD

7 de fev de 2009

10 Coisas desconhecidas sobre mim

1) Eu sou legal (bem lá no fundo)

2) Eu já fui São Paulina e também Palmeirense

3) Eu já comprei o cd do 50 cent ( mas foi com um vale presente pelo menos)

4) Na verdade, sou anti-social. Tenho essa tendência e gosto pela solidão.

5) Eu já quis ser uma chiquitita, mas nem tentei.

6) Eu já assisti novela da Globo

7) Eu tenho medo de E.T., de escuro, de espirítos e de cair para trás.

8) Eu detesto dormir, café e guarda-chuva.

9) Eu tenho uma fantasia sexual

10) Eu tenho amigos imaginários
Blog Widget by LinkWithin