Welcome* Bem-Vindo * Kirzeer * Benvenuto * Bienvenue * Willkommen * Välkomnande * Nрием * 歓迎 * Selam * 欢 * Witajcie *

14 de nov de 2007

O amor é a coisa mais brega do mundo

mas vive na moda.

6 de nov de 2007

Por que o blog da Bruna Surfistinha é mais visitado do que o meu (v.2)

obs.: Post antigo que pertencia ao meu outro blog.



Por que o blog da Bruna Surfistinha é mais visitado do que o meu?
Ela é mais famosa do que eu e tem o blog há mais tempo. Mas por que as pessoas preferem lê-la do que ter cultura apronfudada com Guimarães, por exemplo?
Não é porque ela é uma ex-garota de progarama. Talvez ela até tenha cultura. Mas será que posso dizer o mesmo dos seus leitores?

O submundo da vida noturna (e até diurna) traz curiosidades às pessoas. Elas querem descobrir o que esses que habitam a margem da sociedade fazem por aí. Por que será que "Cidade de Deus" quase (QUASE!) ganhou um Oscar? Por que um livro de uma ex- garota de programa é mais vendido do que Drummond, Pessoa, Lispector, Guimarães, mestre da literatura(e não de cama), [bom sei lá e nem quero saber rs]?
Primeiro que "Sagarana" custa uns 40 reais. E "Grande Sertão: Veredas" tem uma arte na capa. É bordado... Nossa como eu queria comprar esse livro... mas é só 131 reias.
O que preferem ler? Algo barato e fácil? Ou caro, díficil e chato, todavia, com conteúdo?
Eu, sinceramente, prefiro ler Harry Potter. Escolho o entretenimento.
Deixo de lado bobagens dos famosos, a Tv com aquelas notícias irritantemente trágicas e sensacionalistas, o Faustão (Céus!). Não troco meu Harry Potter por nada. Por mais que ele tente nunca vai ser vulgar. Prefiro ele do que a Juliana Paes e... como chama aquele cara que nunca usa camisa? Ah, sim, Marcos Pasquim, certo?
Agora, por que as pessoas não deixam de fazer algo assim? Um homem não deixaria de fazer sexo mesmo se a única mulher disponível no mundo fosse feia e burra. Deixaria?! ha!
Então, por que não buscar o belo se podemos? Por que não ouvir aquele samba enredo com suas raízes no lugar de "só as cachorras"? Eu, particulamente, abomino funk. Um desrespeito. Tudo bem... Tudo bem... naõ me crucifixem... Mas eles podiam falar de outra assunto. Eu não gosto de samba, mas respeito. Tem seu valor. Bom, tudo tem seu valor. Depende dos seus conhecimentos, principios e gostos a quantidade de um para outro. Mas há muito tempo existe uma inversão de valores... sabe... aquela frase que você vive ouve seus pais dizendo.

Enquanto ainda existir esses trashs, Faustão e afins, nossa cultura vai ficar sempre desconhecida, desvalorizada, mal cuidada. Pobres dos intelectuais... se bem que sorte de alguns que vivem numa sociedade alternativa... tão longe de mim. Eu vivo a mercê da sociedade... quero ler meu Harry Potter, comer meu McDuplo e ainda... tenho pena dessa sociedade... será que ela escolheu isso? De qualquer forma, o que fizeram pra merecer tal castigo que tanto aceitam... se contentam com pouquissímo? Enquanto eu existir, a Xuxa também... vamos merecer que nossa língua e nossos lares sejam invadidos por outras culturas e por lixo. Nós permitimos, abrimos a porta a isso tudo e dizemos "seja bem-vindo". Um dia quem sabe... os índios tomam o poder e meu blog seja mais visitado do que o da Bruna Surfistinha.
Não que eu tenha mais conteúdo do que ela, seja superior, mas um dia serei mais famosa. xD

31 de out de 2007

Chuva seca

Semana passada choveu como nunca, de domingo a domingo, praticamente 24 horas por dia.
Era uma chuva leve, garoa irritante, gotas fininhas que exigiam guarda-chuva mesmo assim.
Muitas chapinhas foram por água abaixo, muitas casas também.
Até escolas foram inundadas e já quem não tinha nada, perdeu tudo.
É uma novidade dessas que paira sobre nossa realidade há décadas e ainda é pauta quente e vira notícia no plantão das rádios, das tvs e até das revistas.
Causas, consequências e soluções se misturam, mas ninguém se confunde.
Nas câmeras fazem questão de mostrar móveis danificados e altura da água, lixos por toda a parte, principalmente dentro dos bueiros e rios e rios transbordando.
Por outro lado, se não chove, tempestades se caem na poluição. "Está muito calor, o ar está seco, precisa chover."

Concluindo, é 8 ou oitenta. Nada contenta os brasileiros. O que é muito estranho é ouvir tantas reclamações e ver tão poucas atitudes.
Também tem trovões e relâmpagos na saúde, na educação, no transporte, nos direitos que pouca gente sabe que tem e quem sabe, não dá valor.
Tem idosos quem não pedem nem que alguém levante do assento que eles têm direito no ônibus, para não incomodar.
Pois eu me incomodo com a fome, com a miséria, com o descaso, com o jovem que ter seu futuro interrompido por uma bala na cabeça, com a moça que foi esfaqueada no assalto, com a ignorância, a inércia, a putaria, a hipocrisia do povo brasileiro e vagabundo.
Quem não quer nem se mexer para mudança, mereçe sofrer e muito nas mãos de poderosos como políticos e traficantes. Bem feito para quem é manipulado, para quem não é dono da própria vida. Isso não é questão de classe social, de instrução, mas de escolha.
Continue vivendo no seu mundo limitado.
Lembre-se que às vezes não é tarde demais e você pode decidir sair dele e crescer.
Mas talvez pode ser tarde demais e a chuva pode já ter secado.


________________________________________________________________

24 de out de 2007

Tempestade em um copo d'água

Enquanto eu me preocupo com meu blush que caiu no chão e espatifou,
tem gente do meu lado mesmo que tem esperança que nem pó.

O mundo tem suas particulariedades, cada um tem sua vida, suas preocupações.

Eu me preocupo com a chuva que cai e molha quem não tem lar,
e quando ela não cai em meus ombros e não alimenta meus sonhos e a natureza.
Mas eu estou aqui, confortável e aquecida.
Eu posso me preocupar.
Mas que eu DEVO fazer?

__________________ ?

A polícia está preocupada.
Quer que Luciano Huck indentifique os ladrões de seu Rolex.
O que é um tempo perdido para as perdas de mães, pais, filhos, filhas?

Enquanto eu brigo com meus amigos por ego, frescura, arrogância... eu poderia lutar pelos mesmos ideais e príncipios, com a mesma voz
mas por causas mais nobres...

E é assim que a gente se comporta...
com um bando de ridículos, hipócritas, individualistas
com a alma já podre...
não temos o que fazer, faremos uma tempestade num copo d'água...
A enchente não vai me atrapalhar.
Eu que estou confortável e aquecida.
Eu que estou condenada a conviver nessa sociedade imbecil
e presa ao meu mundinho mais imbecil ainda.

______________________________________________________________________

30 Seconds To Mars

Na sexta-feira a noite, meu pai me liga no celular me dizendo que tem 8 ingressos para assistir um show da banda " 30 seconds to mars".
Nunca tinha ouvido falar na dita cuja... a não ser propagandas na Revista IstoÉ (acho) que eles iam vir pro Brasil tocar no Tom Brasil.
Mas como eu não nego show, eu fui.
E ainda chamei a Fe, que conhecia a banda. E meus outros amigos...
Apesar de eles terem demorado 1h e 20 minutos para começar o show ( tava previsto 8 hs), foi um dos melhores shows que eu já fui. O segundo melhor shw talvez... Keane ainda é o primeirissiiiiiimo!
E ainda considerando que...
- eu nem conhecia a banda
- muito menos uma letra
- eu tinha trabalhado até às 17 hs no domingo

Mas...
- ficamos no camarote... na faixa.
- tivemos 30 reais de consumação cada
- não fomos revistadas e... apalpadas.
- ganhei 40 reais ( hahahahahahahahhahahahahahahhh!!!!)
- comprei uma camiseta oficial da banda

E uma das melhores coisas...
Eu amei a banda e já fui no show... Não preciso ficar agoniada...

Eu tava totalmente perplexa de ver o público gigante de uma banda que ninguém tinha nem ouvido falar...
E agora vem a melhor parte...

Antes, vale comentar que foi hilário aquelas fãs corajosas e malucas conseguirem invadir o palco e agarrar o pessoal da banda... xD! Um momento da minha vida que eu não vou esquecer.
E o vocalista... totalmente carismático, super simpático... pulou na pista! Que inveja... Tem horas que vale a pena ser esmagada na multidão...
Só porque o vocalista era muito lindo...
E aí eu disse pra Fe:
( Lembre-se que eu sou meio cega
estavamos no camarote e não dava pra ver nada
e o vocalista tava com um chapeuzinho super sexy que fazia tampar a cara dele)
- Nossa, olha esse vocalista! *groupie*
Ele parece aquele ator que fez "Alexandre", sabe, com o Colin Farrell? Ele era o gay, namoradinho dele...
- Ah, nem assisti esse filme...
- Ele fez vários filmes... aquele com a Salma Hayek... Ai, meu Deus como ele chama?
.
.
.
.
- Ah, Jared Leto! Ele parece bem com ele...





Cá eu entro no orkut o dia seguinte e descubro que era o JARED LETO!


E eu amo ele como ator e... ham ham ... ele é lindo mesmo...
fala sériooooooooooo
e e ele pulou na pista!


Tô em êxtase...
Tudo faz sentidoooo...
que inveja daquela mina louca lá que agarrou eles...!



_________________________________________________

16 de out de 2007

Show do Incubus...

16:45
16:48
16:53
16:59
17:02

Finalmente, eu poderia correr pro show do Incubus...
Minha intenção er chegar 12hs, 14hs, mas acabei chegando às 18hs... e a fila tava lá no horizonte...
Sorte que eu eu perguntei pra um pessoal aonde era exatamente o final da fila... E eles perguntaram se eu tava sozinha e aí elas falaram que eu podia ficar lá...
Sim, eu fui sozinha no show.
A Senhora Fernanda foi MESMO pra Santos e meus planos de eu fazê-la dormir na fila e eu chegar lás pelas 20:30 e ficar na grade, não deram certo.
Também fazer o meu amigo chegar cedo na fila não deu certo... porque a gente descobriu um ou dois dias antes que cada um ia em um dia...
E depois, a minha outra amiga que chegou quando eu já tava lá dentro há séculos...
E eu fui sozinhaaaaaa, sozinhaaaa xD!
Mas isso não foi o pior.
Fazer amigos na fila é o que há... xD E conheci um povo super legal lá de Curitiba (eu pensei que eles eram gaúchos e paguei mico, lógico...)
Mas vamos pular a parte boa, quando eu ainda pensava que ia ser FODA e eu ficava arrepiada ao ouvir a passagem de som e animada e ansiosa...

Em primeiro lugar, a música de abertura eu nem sei qual foi. Todo mundo tava gritando horrores... A segunda também... A Terceira...
E outras que eu levemente ouvi...
As que eu ouvi mesmo foi " Are you in?" que graças a Deus tocou porque é minha favorita junto com " Talk show on mute" que não tocou, mas tudo bem, o Brandon tirou a camisa depois...
E consegui ouvir "Megalomaniac" e "Drive", só!


Eu já tenho fobia que aglomeração e odeio gente colada em mim... arrrrr... e tenho falta de ar e ainda tava um calor de uns 55º... Pra piorar, homens nojentos e suados tirando a camisa... Se eles fossem que nem o Brandon, beleza. Mas sorte que eles não estavam perto de mim...
mas o povo empurrava... MEU DEUS!
Eu já tava passando mal com aquele calor, aquele fedor, aquele fervor...
E coitada da Josicreide, ela nunca foi apanhada tanto, nunca sofreu tanto... E ainda as fotos nem ficaram boas.

Teve uma hora que eu não aguentava mais e pedi pro segurança me tirar dali... E fui lá na enfermaria onde tudo tava calmo, fresquinho, seco, limpo.
Bebi uns 5 litros de água e voltei pra última música "Aqueous Transmissons" que é foda e eu consegui ouvir. Eu só perdi uma música que eu não faço idéia qual foi.
Mas enfim, o show terminou e eu nunca fiquei tão aliviada.
Toda vez que eu vou num show eu fico histérica do começo ao fim e quando acaba mesmo o show, quando eu chego na minha casa e os dias vão passando eu vou ficando deprimente, triste... porque aquilo tudo... acabou.
Eu nunca sai de um show assim, que nem eu sai ontem.
É um saco porque eu amo Incubus e fiz de tudo pra conseguir ingresso, já que tinha esgotado.
xP
E sério mesmo, dessa vez é pra valer... EU NÃO VOU MAIS NA PISTA!
Só se for KEANE! Que aliás, ainda de longe foi o melhor show da minha vida... E não só porque eu conheci os caras... Mas porque foi bem mas light, mais tranquilo... tinha uma pessoa atrás de mim... eu tava na grade e tava pra respirar.
Eu esse Brandon vai ver comigo... Já tava dificil de respirar... e ainda ele tira a camisa? Tsc...

Ah, outra coisa... Tem brasileiro que não sabe ir em show, não se comporta. Tudo bem que que de vez em nunca vem uma banda internacional e boa pra cá, mas fala sério... ¬¬' Acho que não vale a pena.
Show agora só vou em Londres.
E de preferência, eu que vou estar no palco.


Resumindo o sufoco e a decepção... é isso.


10 de set de 2007

|Entrada| Bilheteria |Saída|

Será que quando eu morrer e estiver pra entrar no céu, Deus vai me cobrar entrada inteira? Se eu morrer agora, antes de terminar minha faculdade, minha pós e tal, acho que ele cobra meia porque eu sou estudante.
Mas mesmo que eu pagasse inteira, ia valer a pena, sabe como é. Porque Ele não ia querer dinheiro nem nada... e se quisesse eu não ia ter pra pagar.

Mas se eu for pro inferno, o cara lá vai cobrar inteira... minha alma inteira. Tipo que nem o pessoal do Brasil faz.
Então, logo, os governantes são o demo?
Só pode ser.

Por que aonde já se viu cobrar R$ 130 para assistir um show na pista com um monte de gente suada, fedida e chapada? Ou 300 para ficar sentadinho numa cadeira, bem longe e bem limpinho do show... e não se divertir nem uma gota(de suor... eca!)???
Tá, você já se submete a tanto e aí... ops, acabou o ingresso e você, mesmo que seja um estudante pobre, fedorento, fracassado e burro, vai ter que pagar INTEIRA... que custa o DOBRO. Mas como ninguém liga pro Brasil, a sua banda predileta (ou uma das e se for uma das você f... com seu bolso) vem tipo de vez em nunca. Mas aí, 657581468746386387562965 anos de espera, ela vem e o ingresso custa um preço absurdo para os padrões daqui.

Então, só vendendo a alma mesmo pra poder se divertir um pouco.

Lá no show, a música tá tão alta... (e quando você sai fica com aquele piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
no ouvido, além de um cheirinho de maconha e outros cheiros que não pertencem a você... ou pertencem)
que você não pode escutar
o brrrrrrrrrrrrrrrr dos mendigos com frio,
o tic tac do relógio fazendo as horas passarem e nenhuma esperança voltar,
o tsc tsc de hipócritas nojentos,
o béeeeeeeee do inferno do trânsito,
o bump, ploft da violência, da polícia, dos bandidos,
o splash do governo escorregando,
e nem o tum tum do seu coração.

Mas saindo dali, mesmo que você seja surdo, você pode sentir.
E quem vai querer isso???????

Então, por isso eu faço uma campanha a favor de quem não liga pra porra nenhuma do que acontece fora do seu universo.

Ticket master e afins , deixem o mundo melhor, abaixe o preço dos seus ingressos!!!
Porque se nós jovens não tivermos nosso pão e circo a preço de banana, vamos ter que sair por aí revolucionando ali, reformando acolá.
Afinal, o que de mais interessante vamos ter pra fazer?


Sabe, o governo tem que interferir nesse lance. Antes que seja meio tarde e sejam eles que vão vender a alma pro demo... se já não venderam, né...

******************************* ** ** **
******************************* ** ** ** *************************
Antes, uma entrada para um show de rock internacional, por exemplo, custava 70 reais a inteira e 35 a meia na pista. Na cadeira, 50 inteira e camarote 100 inteira.
Que eu saiba, há 4 anos atrás o salário e as condições de vida não obtiveram uma mudança significativa maior que 10%.
Então por que os preços não só do entretenimento como peças de teatro, shows e cinema se elevaram como de alimentos, etc? Exceto salários? Até o dólar abaixou.
Estudantes pagam meia... e por que isso? Porque não ter um preço baixo para todos? Todos são iguais, estudantes, estágiários, aposentados, advogados, faxineiros, jornalistas, professores, dentistas trabalham que nem 'cavalo' e não têm o mesmo direito de se divertir?
Até parece que um estudante da Faap é mais pobre do que um camelô. Mas o primeiro paga meia. E mesmo assim os preços estão abusivos... E mesmo assim existem trouxas como eu que pagam... Mesmo assim.

5 de set de 2007

dar nome aos bois

Legal... Meu Blog antigo deu pau... não consigo acessar com meu usuário...
Então fiz outro...


E até acho que esse nome é melhor do que Histherica...
Tá certo que eu copiei o nome da comunidade que minha amiga criou para mim... mas foi um dos melhores.
Sabe, é dificil escolher nome pra coisas. Tem a revista lá da minha faculdade que só por causa do nome estamos emperrados há umas três semanas... Tipo é só um nome...! ...?
Na... é um cartão de visitas, uma identidade sua...
Fala aí... sem ser Érica qual outro nome faria jus a minha personalidade?


Você tem cara de Laura...
Ah, é mal de Eduardo mesmo...
Toda Isadora é chata...

e coisas do tipo...

A gente tem uma mania de dar nome a tudo... até ao que não conhece... e o que não tem nome... perde credibilidade.

Qual o nome disso?
Não tem.
Não tem??????? Como assim????

Temos que dar nomes aos bois, sempre. Um nome estranho, esquisito, incomum... para julgar, zuar, tirar sarro. Um nome para mostrar, explicar, criticar. Um nome para chamar, identificar, significar, lembrar.
Sem nome a gente não é nada no mundo. Até o tal Zé Ninguém é mais um número que nem soma, nem subtrai no cenário medíocre da nossa sociedade.
Alguns nomes são esquecidos, jamais descobertos... outros se sobressaem com elegância ou arrogância.

Qual o nome dele? - pergunta ela curiosa.
Gabriel.
Ham... G-A-B-R-I-E-L...! - diz ela toda sonhadora.


A gente bem que podia viver naquelas anarquias, sem RG, sem nome, numa bagunça harmonizada... e ser mais do que um nome gravado numa lápide.
Blog Widget by LinkWithin